Featured Slider

Resenha - Não se enrola, não - Editora Intrínseca


Autor(a):Isabela Freitas
Editora: Intrínseca
Páginas: 224
Ano de Lançamento: 2016
Gênero: Chick-lit, Romance

Sinopse: A vida de Isabela dá uma completa reviravolta depois do sucesso de seu blog, Garota em Preto e Branco. Decidida a perseguir seus sonhos, ela abandona o curso de direito, deixa a casa dos pais, em Juiz de Fora (MG), e se muda para São Paulo tão logo conquista um emprego numa badalada revista online. Enquanto se adapta aos novos tempos numa quitinete no Baixo Augusta, Isabela escreve seu primeiro livro. Seria perfeito se no apartamento em frente não morasse o envolvente Pedro Miller e os dois não se embolassem regularmente sob o mesmo lençol. Não, não é namoro. Não, não é apenas amizade. É algo muito mais enrolado, um relacionamento sem um nome definido. Um “isso”, como diz a personagem. Embora não tenha coragem de confessar seus sentimentos, Isabela sabe que está perdidamente apaixonada pelo seu melhor amigo. Após Não se apega, não e a sequência, Não se iluda, não, Isabela Freitas mostra neste Não se enrola, não os primeiros passos de seus personagens na vida adulta, com toda a independência e as responsabilidades que ela proporciona.


Com o final angustiante que tivemos em “Não se iluda, não”, eu fiquei com muita expectativa para saber o destino do casal Pedro e Isabela, mas vamos por partes.

Nesse novo livro encontramos uma Isabela bem diferente do que conhecemos, pois ela está mais madura e disposta a assumir novos desafios em sua vida. A personagem se muda da casa dos pais e vai para São Paulo, onde trabalha em uma revista online, respondendo as cartas de leitores enquanto produz seu primeiro livro. E ainda precisa enfrentar os desafios de morar sozinha, começar uma nova carreira, ser responsável por suas próprias contas e estar longe dos seus amigos.

Com relação ao casal, assim que começamos a ler o livro já se percebe que eles estabelecem uma amizade colorida. Que a princípio parece ser a melhor opção para Isa, que não sabe o que esperar da relação com Pedro, já que ele é o arrasador de corações que não acredita no amor e em relacionamentos sérios. E para piorar a situação da Isa, seu melhor amigo e ”ficante”  não só se muda para a mesma cidade, como é o seu mais novo vizinho.

Parceria com a Réptil Editora





Se você ainda não conhece a Réptil Editora, o blog PontoComCultural vai te dar essa oportunidade! Estamos muito felizes com essa parceria.

Muito em breve teremos resenhas dos livros da Réptil Editora: A Vida é Mara, da Gabriela Pugliesi, Repensando o Narcisismo, de Craig Malkin e A Vida Virtual Como Ela é, da Luisa Mascarenhas (autora da página Pirei Online) - matéria sobre o livro no O Globo online: http://blogs.oglobo.globo.com/gente-boa/post/luisa-mascarenhas-transforma-posts-do-pirei-online-em-livro-o-mundo-virtual-suscita-paranoias.html

Como vocês bem sabem, editar livros é tarefa para apaixonados.

Fundada em 2004, a Réptil Editora nasceu desta paixão pelo universo dos livros.
Sob a coordenação da editora e jornalista Luiza Figueira de Mello, a empresa é o resultado de um estudo minucioso desse mercado.
Ao editar livros que valorizam a arte em suas diversas expressões, a Réptil prioriza propostas criativas e inovadoras, sempre unindo qualidade textual e alto padrão gráfico.
Uma editora que volta o olhar para o Brasil e toda a sua riqueza cultural, buscando registrá-la em livros que são capazes de estender as fronteiras de nosso patrimônio.


Resenha - Menina Veneno - Editora Galera Record


Autor(a): Carina Rissi
Páginas: 192
Ano de lançamento: 2017
Editora: Galera Record
Gênero: Chick-lit

Sinopse: Contada sob a perspectiva ferina e cheia de humor ácido de Malvina, a madrasta, essa história vai te surpreender. Da mesma autora da série best-seller Perdida. Você conhece a história de uma certa princesa que sofreu inúmeras tentativas de assassinato por sua madrasta, uma delas com uma maçã envenenada. O bem contra o mal, a indefesa donzela ameaçada pela perversa Rainha... É bonito, não é mesmo? Francamente, me embrulha o estômago só de falar dessa história da carochinha. Eu não sou uma bruxa, não sou má e eu nunca planejei matar ninguém. Por anos, fui a maior modelo do planeta, o nome mais poderoso do mundo da moda... Até o dia em que a insossa da minha enteada, Bianca, roubou a minha maior campanha. Dá pra acreditar? Bianca é tão sonsa... e tem esse arzinho azedo e avoado que me dá vontade de voar no pescoço dela... Eu sei, parece mesmo que eu fiz tudo o que a imprensa me acusa de ter feito. Mas não foi bem assim. Senta aqui e me ouça até o fim. Depois me diga se acha mesmo que mereço o título de Rainha Má... Talvez só Rainha seja muito melhor.


Menina Veneno é uma releitura do clássico conto de fadas Branca de Neve. O livro é uma extensão de um conto da autora, na antologia "O Livro dos Vilões".

No conto da Carina, conhecemos Malvina uma super modelo famosa e a mais requisitada do momento. Jovem e viúva, Malvina carrega um "fardo", sua linda enteada Bianca Neves.

Bianca é uma típica adolescente que só quer se divertir, e ser livre dos problemas, apesar disso, ela segue a mesma carreira da madrasta: a vida de modelo.

É aí que os problemas começam, Malvina perde a grande chance de ser a modelo mais famosa do mundo com o trabalho "Menina Veneno". Ela perde para nada mais, nada menos, que para sua enteada Bianca.

Malvina faz de tudo para recuperar seu posto, é até acusada de matar a própria enteada.

Evento The Gift Day com Brittainy C. Cherry (10/12/2017)


Hoje quero falar das novidades da The Gift Box. Como eu havia divulgado aqui, dia 10 de dezembro foi o dia do The Gift Day no Rio de Janeiro. Tive o prazer de comparecer e conhecer a maravilhosa Brittainy C. Cherry, o doce Franggy Yanez e o encantador Stuart Reardon. Os rapazes são modelos das capas dos livros da Brittainy O Ar Que Ele Respira e A Força Que Nos Atrai, respectivamente. Tivemos um evento repleto de momentos divertidos com os três, sem contar com a mediação incrível do bate-papo com a queridíssima Frini Georgakopoulos.

Não posso deixar de mencionar os idealizadores e organizadores do evento, que me trataram com muito carinho: Roberta Teixeira, Beatriz Soares e Carol Dias.


Lá ficamos sabendo, em primeira mão, que o romance Behind The Bars (Pelos Bares da Vida), que faz parte da série The Music Street, da autora Brittainy C. Cherry, será publicado no Brasil pelo Grupo Editorial Record e tem data prevista para o lançamento no dia 04/06/2018. Jasmine Greene e Elliott Adams são os protagonistas desta história que ainda irá comover muitos leitores brasileiros. Lá fora, o romance foi publicado pela autora de forma independente (com lançamento no dia 07/12/2017) e está disponível pela Amazon: https://goo.gl/kZrQQx

Resenha - Aprendendo a Seduzir - Editora Essência


Título Original: Educating Caroline
Autor(a): Patricia Cabot
Páginas: 366
Ano de lançamento: 1998
Editora: Essência (Selo da Planeta)
Gênero: Romance de Época

Sinopse: Lady Caroline Linford é uma garota de sorte. Está prestes a subir ao altar com um homem de quem gosta e que, ainda por cima, havia salvado a vida de seu irmão. Tudo segue nos trilhos até ela flagrar o noivo, o marquês de Wilchisea, em um momento íntimo com outra mulher.

Como Caroline poderia se casar com um homem cujos beijos, durante meses e meses, tinham-na feito sentir-se a garota mais afortunada do mundo... só para dar-se conta de que ele guardava seus verdadeiros beijos para outra? O marquês nunca – nem uma única vez – tinha beijado-a com aquela intensidade. Até aquela noite, Caroline pensava que eram felizes. Que ele a amava.

Impedida de cancelar o casamento, a jovem não se faz de rogada e toma uma decisão: aprender a ser uma femme fatale para, ao mesmo tempo, assumir o papel de esposa e amante de seu futuro marido, assim, ele não precisaria mais recorrer a outra mulher para satisfazer seu apetite na cama.

Em troca de uma informação privilegiada, Caroline convence Braden Granville, admirado em toda a Inglaterra por suas habilidades como amante, a dar-lhe aulas – teóricas, é claro! – sobre o amor. Logo nas primeiras classes, porém, voam faíscas e as barreiras entre professor e aluna são colocadas à prova...


Patricia Cabot é o pseudônimo que Meg Cabot, autora da série “O Diário da Princesa”, usa para escrever romances de época.

“Aprendendo a seduzir” completará 20 anos de sua publicação original ano que vem (2018) e, embora já tenha sido lançado no Brasil há algum tempo, só o foi após o sucesso dos livros em que a autora assina com o próprio nome. Além de “O Diário da Princesa”, também a série “A Mediadora” e outros com foco no público NA (New Adult), como “Garoto encontra Garota”, por exemplo.

Assim como nos livros mais voltados a adolescentes, em romances de época Meg Cabot também se sai muito bem, porque tem uma escrita envolvente e não se limita à história do casal protagonista, mas também cria uma trama secundária repleta de intrigas e reviravoltas.

Lady Caroline é uma moça típica de sua época...desconhece os fatos da vida e confunde sentimentos: aceitou uma proposta de casamento mais por uma (suposta) gratidão do que por amor. E se considera suficiente, até encontrar seu noivo com outra mulher em uma cena comprometedora.