Boca Rosa - A Peça (27/08/2017)



Esse ano fui assistir novamente à peça da Bianca Andrade, mais conhecida como Boca Rosa. Já assisti a essa mesma peça no dia da estreia dela, quando no papel da Betina tínhamos a atriz Bia Guedes e ainda havia a participação do Nando, ex-namorado da YouTuber. 

Como tive a oportunidade de assistir duas vezes à peça, uma durante o relacionamento amoroso e outra pós-término, pude perceber que houve na verdade uma mudança substancial porque a participação do namorado era bastante significativa. Porém, achei que mudou para melhor já que deixou a peça menos romantizada e mais focada nela. Fiquem tranquilos pois ela ainda ainda agradece a presença dele na vida dela e a amizade dos dois. 

Outro ponto que acrescentou demais à peça foi o convite que fizeram para que Ana Carolina Rosa interpretasse a Betina. A atriz é completa, brilha do começo ao fim, e deixa tudo ainda mais divertido. Com certeza a presença dela trouxe muita vida ao palco!
A querida Bia evolui a cada dia, se tornando mais competente para fazer o que ama e mostrando que devemos acreditar no que queremos e que "nada é tão nosso quanto os nossos sonhos". Uma parte muito interessante foi quando a Betina estava triste por não saber dançar, e a Bia Boca Rosa disse: eu também tenho um sonho que nunca vou conseguir realizar, eu nunca vou ser boa cantando, mas isso não quer dizer que você não possa ser excelente em diversas outras coisas! E também nada te impede de fazer o que os outros dizem que você não faz bem...faça o que você ama fazer. Então as duas encerram a cena com a Bia cantando e a Betina dançando, cada uma do seu jeitinho.

Nem preciso dizer que quando ela falou da mãe dela me emocionei profundamente. Aquela mãe presente, carinhosa, atenciosa, que acredita nos seus sonhos mais do que você mesma, ah como eu sinto falta da minha. 

Toda a história da Bia é muito interessante e ela conta de forma especial com participações maravilhosas no palco. Vale muito a pena e assistiria mais mil vezes.






















Bruna Brezolini

Nenhum comentário