Entrevista com Thati Machado


Thati Machado nasceu em 20 de dezembro de 1990 e aos 12 anos se tornou uma grande fã de romances. Publicou suas primeiras histórias em formato de fanfic no Orkut e depois de estudar Publicidade e Artes Cênicas constatou que queria ser escritora e, mais importante, que isso era possível. Começou com a publicação independente: Ponte de Cristal, Com Outros Olhos e Doze Por Doze. Em seguida, se aventurou na plataforma wattpad, onde já acumula mais de 1,5 milhão de leituras. Sua história de maior sucesso, Poder Extra G, foi publicada pela Astral Cultural na Bienal do Livro de São Paulo, em agosto de 2016. Singular, livro independente do mesmo universo, será lançado em breve na Amazon. Além disso, Thati lançou duas histórias em audiolivro através do Ubook, maior plataforma de audiolivros por streaming da América Latina. Thati é o primeiro nome confirmado na nova temporada das LitGirlsBr. Recentemente, Thati lançou o segundo projeto do Nem Te Conto, intitulado Blogueiras.com. Na Bienal do Rio de 2017, Thati lançou o livro do GPower, ao lado das escritoras Mila Wander, Larissa Siriani e Janaina Rico.


Você sempre leu bastante antes de se tornar escritora? Quais são suas obras favoritas de outros autores (nacionais e internacionais)? Sempre temos essa curiosidade sobre as pessoas que admiramos.
Sempre li muito. “Lembranças da meia noite”, do Sidney Sheldon, foi o livro que despertou minha paixão pela leitura. Atualmente minhas escritoras favoritas são Stephanie Perkins, Tahereh Mafi e FML Pepper.

Qual foi o primeiro passo que você deu para entrar no mercado literário? Nós, leitores, ficamos felizes por você ter acreditado em seu talento inicialmente, pois se isso não fosse dessa forma, não teríamos sido agraciados com suas obras.
O primeiro passo foi começar a escrever uma história inédita. Eu já escrevia fanfics, mas quando decidi criar uma história original, me deparei com novos desafios. Em seguida, criei o Nem Te Conto para ingressar no mercado literário com mais de uma perspectiva: não só a de escritora, mas também de blogueira.

Meu cantinho favorito para escrever é…
Na bagunça da minha mesa, rs! 

Qual livro que você escreveu é o seu preferido e por qual motivo?
Poder Extra G e Singular têm um espaço especial no meu coração, por estarem tão relacionados comigo e as minhas vivências.

Se você olhar para toda a sua trajetória como escritora até aqui, você diria que seu maior desafio foi…
Sobreviver às editoras que se aproveitam dos sonhos de escritores iniciantes e lidar com o ego de quem acredita que não tem nada para aprender.

Quais são os seus conselhos para quem quer seguir a carreira de escritor?
Faça, em primeiro lugar, por amor. Se você começar a escrever sonhando se tornar rico, pode acabar se decepcionando. É uma profissão desgastante, desafiadora e pouco reconhecida.

Você pode nos contar um pouquinho dos seus planos para o próximo ano?
Quero lançar a versão impressa de Singular (cruzemos os dedos, por favor), terminar meu livro novo e lançar mais projetos com as meninas do GPower e o LitgirlBr.

O que você considera mais gratificante na profissão de escritor?
O carinho dos leitores, sem dúvidas. Eles são meu maior combustível nessa jornada.

Frase que me dá forças quando preciso...
“No pares nunca de soñar.” (Dulce Maria)

Existe alguma temática que seja recorrente em seus livros? Se sim, isso é casual ou feito por algum motivo específico?
A representatividade de “minorias” é algo que volta e meia aparece nas minhas histórias. Isso acontece, pois passei anos lendo livros sem nunca me sentir representada pelos personagens deles.

Você se identifica muito com algum de seus personagens? Qual deles e quais seriam essas características em comum?
A Nina, de Poder Extra G, é uma versão mais divertida de mim mesma, rs!!! Ambas somos determinadas, fortes e independentes. Nos amamos como somos e buscamos plantar sementes para que outras pessoas o façam. Nossas vidas são cheias de reviravoltas e muito doce de leite!

Tome um de seus livros como referência e tente nos contar como foi o seu processo de escrita.
As ideias para os meus livros costumam surgir durante o banho. Apenas com Ponte de Cristal foi diferente. Eu escrevo devagar e releio aquilo que escrevi umas quinhentas vezes. Minha criatividade flui melhor se eu estiver usando meias, hahaha!

Sei que hoje em dia podemos acompanhar muito da vida dos nossos queridos autores principalmente em aplicativos como Insta Stories. Mas adoraríamos saber através das suas palavras, quem é você no dia a dia?
Eu passo a maior parte do tempo no computador. Minha rotina se divide entre escrever histórias, ler e resenhar livros no Nem Te Conto, gravar e editar vídeos pro meu canal e trabalhar como capista e diagramadora para editoras e outros escritores. Quando tenho tempo livre, gosto de ler (os livros não me largam, rs), assistir séries e filmes ou jogar jogos de tabuleiro!

Gostaria de deixar uma mensagem para seus leitores? Fique à vontade.
Convido vocês a conhecerem meus livros, seja impresso ou digital (disponível na Amazon e no Wattpad). Contem-me o que acharam, prometo que sou legal hahaha.

Somos muito gratos pela oportunidade de recebê-la no Blog PontoComCultural!

Redes sociais da autora:

Instagram https://www.instagram.com/machadothati/
Blog http://www.nemteconto.org/

Nenhum comentário