Resenha - Mil Beijos de Garoto - Editora Planeta


Título original: A Thousand Boy Kisses
Autor(a): Tillie Cole
Tradução: Marina Della Valle
Editora: Outro Planeta (Selo da Planeta)
Páginas: 397
Ano de Lançamento: 2017
Gênero: Romance juvenil

Sinopse: Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação. Este romance, finalista do Goodreads Choice Awards 2016, marca a estreia da adorada escritora Tillie Cole na ficção young adult. É também seu primeiro livro publicado no Brasil.


Para os que acreditam no amor verdadeiro,
épico e destruidor de almas.
Este é para vocês.
 Cole, Tillie.

... e o meu coração explodiu.
                                                                                        
Não há frase mais precisa para resumir a sensação que nos acomete durante a leitura deste young adult do que esta.

Em Mil Beijos de Garoto, Tillie Cole nos apresenta a linda, reflexiva e transformadora história de Poppy Litchfield e Rune Kristiansen para tomar de assalto nossos corações apaixonados e devotos do amor.

Em uma trama sensível, intimista e repleta de analogias emocionantes, Cole arranca as mais agridoces lágrimas ao ressuscitar o conceito do quão poderoso é o amor épico.

Com uma ambientação riquíssima em detalhes e uma narrativa totalmente cativante, as protagonistas angariam empatia já nas primeiras páginas levando-nos à crença de fazer parte de suas jornadas. A sensação de imersão é vivenciada durante todos os acontecimentos de uma forma tão visceral que torna a experiência algo profundamente marcante.

O leitor se entrega à química absurda entre as personagens, chora litros com seus percalços e, se possível, chora ainda mais com a culminação de todos os eventos. Não há como não se sentir empático à situação de Poppy e ao desespero de Rune. Impossível não compreender a revolta, o pesar, a solidão e tantos outros sentimentos que embalam o enredo de maneira delicada e coerente. Não há excesso de drama, apesar do agente central para transformação dos protagonistas possuir uma tendência ao artifício. O ritmo narrativo evolui gradualmente de acordo com a profundidade dos acontecimentos até o clímax.

A prosa descomplicada e objetiva torna a narrativa fluída e livra o leitor de divagações, cuja função vital seria a preparação para os plots do enredo. Nessa obra, a ausência de tal artifício torna tudo mais coerente e prático, permitindo ao espectador absorver todas as informações sem a preocupação de juntar peças soltas. Tillie fora extremamente feliz ao não perder tempo escondendo o motivo do distanciamento entre as personagens, pois, ao tornar este evento óbvio já no início do segundo ato, ela proporcionou às suas criações, desenvolver as interações que são realmente importantes ao enredo.

Acompanhar Poppymin e Rune nessa jornada não foi algo fácil. Como escritora iniciante, fui capturada pelo talento, desenvoltura e desprendimento desta autora de maneira rápida e fatal. Tillie Cole passou a ser minha escritora contemporânea favorita. Mal posso esperar pela série Sweet Home que já adianto, é perfeita.

Como leitora, Mil Beijos de Garoto assumiu lugar de excelência na minha galeria de romance contemporâneo. A cada página virada, uma nova emoção me dominava. A cada evento transformador, uma nova mudança em minha alma se iniciava. Chorei, sofri, me revoltei com os reveses da vida, refleti, compreendi, aprendi, perdoei, amei, aceitei e enfim sorri. Mas, o importante, a verdadeira lição em tudo isso foi entender que o maior poder do amor está em nos fazer ter fé. Não só a fé religiosa, mas fé na capacidade de redenção do ser humano. Fé no entendimento de que, apesar das tempestades, o dia de sol sempre virá.

Um garoto.
Uma garota.
Um vínculo que surge num momento e se prolonga indefinidamente.
Um vínculo que nem o tempo nem a distância podem romper.
Um vínculo que vai durar para sempre.
Ao menos era o que eles imaginavam.

Mil Beijos de Garoto vai além do amor romântico para mostrar a força desse sentimento. Poppy e Rune não são apenas o encontro de duas pessoas ou de dois corpos compatíveis. Eles são o encontro de duas almas, aliás, são complementos de uma só que se encontram, se perdem e voltam a se reconhecer no momento mais crucial de suas vidas. Uma história de amor onde só o amor importa, suporta, ensina e recompensa.

Essa é uma daquelas histórias transformadoras e marcantes. Depois desse livro, nenhum leitor será o mesmo.

Ao término da leitura, meu coração figurativamente explodiu.

Um beijo dura um instante.
Mas mil beijos podem durar uma vida.

Onde encontro para comprar?


Resenhista colaboradora Carla Oliveira

Nenhum comentário