Resenha - Quando o amor bater à sua porta - Editora Arqueiro



Autor(a): Samanta Holtz
Editora: Arqueiro
Páginas: 301  
Ano de Lançamento: 2016
Gênero: Romance

Sinopse: Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu.

Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso.

Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade.

O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja.

Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer.

A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.

Com uma narrativa leve, personagens cativantes e um enredo apaixonante somos apresentados à vida de Malu Rocha, uma escritora famosa que está concluindo seu mais novo romance. Porém, o destino parece lhe pregar uma peça quando um homem sem memória bate à sua porta pedindo ajuda.

Malu é uma mulher forte, séria e fechada. Sua única família é o avô que mora numa casa de repouso e que ela visita religiosamente toda semana. E sua companhia mais constante é de Rebeca, sua assessora estabanada, esquecida e fã. Apesar de escrever romances aclamados pelo público, Malu é descrente do amor. Ela acredita que existem várias formas de se ter um final feliz e não precisa, necessariamente, de um homem para isso.

Quando Luiz Otávio a procura, ela fica receosa com a história dele, mesmo assim decide ajudá-lo, e acabamos por descobrir que quem precisava de ajuda era ela. Luiz defende o amor romântico. Ele acredita que cada pessoa merece conhecer o amor e se deixar envolver por ele. O que ele não sabe é que Malu já conheceu esse amor e se decepcionou muito com isso.

Muito mais que um romance clichê, o livro de Samanta fala sobre descoberta pessoal, transformação da alma, libertação do coração. A autora nos mostra que para sermos felizes por completo precisamos nos amar primeiro. E assim todo o resto acontece.
Recheado de citações maravilhosas, somos levados numa viagem pessoal, espiritual e altamente envolvente. Nessa leitura podemos rir com os exageros de Rebeca, sonhar com os pensamentos de Luiz Otávio, refletir com os ensinamentos do Senhor Ignácio e principalmente se apaixonar com Maria Luiza.

É impossível não torcer para que o casal fique junto, mas também é impossível não sentir a dor que Malu sentiu ao se decepcionar com o amor. É uma leitura rápida, gostosa e que faz bem para a alma.

“Não há melhor guia do que a voz dentro do seu coração. Ele é sempre o mais importante.”

Onde encontro para comprar?


Resenhista colaboradora Laila Oliveira

Nenhum comentário